pseudocode, pseudocódigo

1. Linguagem de máquina para um processador não existente (pseudomáquina). Esse código é executado por um interprtador do software. A maior vantagem do pseudocódigo está em que ele é portável para todos os computadores para o qual exista um interpretador de pseudocódigo. O enfoque do pseudocódigo foi tentado várias vezes na indústria da microinformática, com graus variáveis de sucesso. O mais conhecido foi o UCSD p-System. Ver também pseudomachine (pseudomáquina); UCSD p-System. 2. Qualquer notação informal e de um ou algoritmo. Muitos programadores escrevem seus programas primeiro usando um pseudocódigo que se parece com uma mistura de inglês ou português com sua linguagem de programação preferida, como o C ou Pascal, e depois a convertem linha a linha para a linguagem propriamente dita.
+
..
../..