phase-shift keying

Na comunicação, um método usado pelos modems para codificar dados que representam informações digitais através do deslocamento da fase da onda portadora. Na sua forma mais simples, a permite que a fase da onda portadora seja deslocada de zero grau ou de 180 graus – representando uma inversão completa da fase da onda. Um dos dois estados pode ser usado para representar o zero binário; o outro pode representar o um binário. Entretanto, este tipo de deslocamento de chave só é útil quando cada fase pode ser medida em relação a um ponto de referência imutável; portanto, uma técnica mais sofisticada, que tem o nome de differencial phase-shift keying, ou DPSK, é usada em muitos modems. Na DPSK, a fase da onda portadora é deslocada para representar mais de dois estados possíveis, e cada estado é interpretado como uma mudança relativa a partir do estado anterior. Não é necessário, neste caso, usar nenhum valor de referência nem considerar aspectos de sincronização; e, como mais de dois estados são possíveis, mais de um dígito binário pode representar cada estado. Acrônimo: . Ver também phase modulation (modulação por fase).
+
..
../..