paged address, endereço paginado

Na arquitetura de memória paginada do 80386, i486 e Pentium, um endereço de memória criado pala combinação de processos de conversão de segmentos e conversão de páginas. No esquema de memória paginada, que exige a ativação do recurso de paginação do microprocessador, os endereços lógicos são transformados em endereços físicos (posições reais na memória física) em duas etapas: conversão de segmentos e conversão de páginas. O primeiro passo, conversão de segmentos, converte um endereço lógico (formado pelo seletor do segmento e por um deslocamento de segmento) em um endereço – um endereço que se refere indiretamente a um endereço físico. Depois que o endereço é calculado, o de paginação do microprocessador converte o endereço em um endereço físico especificando uma tabela de páginas (um de especificadores de páginas com 32 bits cada), uma página (uma unidade de 4 contendo endereços contíguos dentro da memória física) dentro da tabela, e um deslocamento dentro da página.
+
..
../..