CMOS

1. Acrônimo de complementary metal-oxide semiconductor. O é um dispositivo semicondutor formado por dois transistores de efeito de campo (MOSFETs) baseados em óxido metálico: um do tipo e outro do tipo P, integrados em um mesmo de silício. Geralente usados na memória de acesso aleatório () e em aplicações de comutação, esses dispositivos operam em alta velocidade e consomem muito pouca energia elétrica. No entanto, eles são extremamente suscetíveis a danos provocados pela eletricidade estática. Ver também MOSFET; N-type semiconductor (semicondutor do tipo N); P-type semiconductor (semicondutor do tipo B). 2. A memória auxiliada por baterias (baseadas na técnica de semicondutor óxido complementar) usada para armazenar os valores de parâmetros necessários para inicializar IBM PCs e compatíveis. Dentre esses valores estão o tipo dos discos e o volume de memória, além da data/hora.
+
..
../..