Boolean algebra, álgebra booleana

Uma variação da álgebra fundamental para o uso dos computadores, porém desenvolvida em meados do século XIX pelo matemático inglês George Boole, para determinar se proposições lógicas são verdadeiras ou falsas, em vez de determinar os valores de expressões numéricas. Na álgebra booleana, as variáveis ficam restritas a um dentre dois valores possíveis, verdadeiro ou falso, e as relações entre essas variáveis são expressas com operadores lógicos, como AND (E), OR (OU) e NOT (NÃO). Dadas essas variáveis de dois estados e as relações que têm entre si, a álgebra booleana produz proposições como C = A AND B, que significa que C é verdadeiro se, e somente se, tanto A quanto B forem verdadeiros; logo, ela pode ser usada para processar informações e resolver problemas. Além disso, a lógica booleana pode ser aplicada aos circuitos eletrônicos usados na computação digital. Assim como os números binários zero e um, verdadeiro e falso são dois estados facilmente representados por dois estados físicos contrastantes de um circuito, como voltagens diferentes; os circuitos de computador, conhecidos como portas lógicas, controlam o fluxo da eletricidade (bits de dados) de modo a representar AND, OR, NOT e outros operadores booleanos. Dentro do computador, essas portas lógicas são combinadas, e a saída de uma pode se tornar a entrada de outra, de maneira que o resultado final (sempre nada mais que conjuntos de 1s e 0s) seja tão significativo quanto a soma de dois números. Ver também adder (somador – definição 1); binary (binário); Boolean operator (operador booleano); gate (porta, portão – definição 1); logic circuit (circuito lógico); truth table (tabela de verdade).
+
..
../..