do quadril, para prevenir a anteversão da pelve e a hiperextensão da coluna lombar.

Análise Biomecânica do Exercício

O maior braço de momento da resistência é quando o quadril está na posição anatômica. Quando o quadril se desloca no sentido da flexão, o braço de momento da resistência diminui, devido à aproximação do acolchoado (onde a parte anterior do fêmur está apoiada) do eixo da articulação do quadril. A contração do abdome é fundamental na manutenção da postura da pelve durante este movimento. A fraqueza dos músculos do abdominais não consegue prevenir a antevrsão da pelve e hiperextensão da coluna lombar, que são conseqüentes da forte contração do iliopsoas e do reto femural. Como conseqüência, a coluna lombar fica suscetível a lesões durante o movimento. O exercício deve começar a partir de 10° de extensão. Para realizar uma extensão maior que 10° a pelve realiza uma anteversão e a coluna faz hiperextensão , aumentando os riscos de lesão da coluna lombar . Com o joelho estendido durante o movimento, apesar de o braço de momento da resistência (perna e pé) aumentar, estimulando o aumento da força de contração dos flexores, o reto femoral não realiza uma contração efetiva, por atingir uma insuficiência ativa nos últimos graus da flexão.