Torques Internos e Torques Externos Dois tipos de torque - interno e externo - existem no corpo humano. Forças operando fora do corpo produzem um torque externo. Por exemplo, os torques externos produzidos por uma barra com anilhas durante o movimento de flexão do cotovelo (rosca direta). Os músculos, agindo em suas inserções nos segmentos ósseos, produzem torques internos. No exemplo da rosca direta, a barra exerce um torque no sentido da ação da gravidade e os flexores do cotovelo exercem um torque na direção oposta. Fatores de Mudanças de Torques O torque muda conforme mudam a magnitude da força e o braço de momento. Os movimentos sempre resultam em mudanças no comprimento do braço de momento (BM) e o comprimento do músculo, no começo de sua contração, afeta a quantidade de força que este pode produzir (relação força- comprimento). A combinação destas mudanças, incluindo o comprimento do músculo e braço de momento (EM) em cada ângulo do movimento, produz diferentes torques em diferentes posições articulares. Fig. 1.15 - O torque gerado pela força da contração dos flexores do cotovelo é mostrado em diferentes ângulos. Note que a maior produção de força é a 90° de flexão, quando o bíceps tem o maior braço de momento de toda a amplitude do movimento.